sábado, fevereiro 11, 2012













FELICIDADE

Hei de gostar de mim
E dizer: sou gente!
Cuidarei do meu corpo,
Adestrarei a mente.

Hei de cultivar a fé
E semear a esperança.
Redescobrir cá dentro
Risos de criança.

Se a vida tem prazeres,
Hei de os vislumbrar.
E manterei, eternamente,
Uma vontade imensa
De criar.

Ousarei ser feliz
Aqui e agora.
Apesar da crise, amor,
E mau grado a hora.

Recordarei sempre
Os bons momentos
Que passei a sós
Ou a fazer amigos.
Hei de rezar a Deus,
Para proteger,também,
Meus inimigos.

Compararei, à vez,
Os meus problemas
Com a imensidão do mar.
E inventarei um sol
Enorme e quente
Para te amar.


Aníbal Raposo
Ponta Delgada, 2012-02-11

2 comentários:

Carlucio Bicudo disse...

Linda poesia!
Escreve maravilhosamente bem.
Parabéns!

http://oliveirabicudo.blogspot.com/

Multiolhares disse...

a felicidade é feita desses pensamentos, em especial gostarmos de nós e procurarmos ter pensamentos positivos como ditam teus poemas
bj