quarta-feira, fevereiro 05, 2014













ESPERAS

os dois à espera
da morte
de distinta
sorte

ouve-se
o clamor
do silêncio
assassino
dum mundo
que esqueceu
este menino.


Relva, 2014-02-05
Aníbal Raposo

(inspirado no mural do Carlos Riley) 

1 comentário: