terça-feira, junho 17, 2014



AGUARELA

Meus olhos, mais que o meu pincel,
Louvam teu rosto em aguarela.
Meu doce amor, a vida é bela
Mesmo espelhada num papel.

Relva, 2014-06-17
Aníbal Raposo

Aguarela incompleta de Vladimir Volegov 

Sem comentários:

Enviar um comentário