segunda-feira, julho 07, 2014




















IMPREVISÍVEL

Há que saber amar
Que é curta a vida
Contar cada segundo de te ter
Guardar tua lembrança
Em melodia.

Tu podes apostar
Estou de partida
Quando te não ousar surpreender
Num simples pé de dança
Ao fim do dia.

Relva, 2014-07-07
Aníbal Raposo

1 comentário:

  1. "Amar, amar perdidamente. Amar só por amar aqui e além". Florbela Espanca estaria de acordo com o poema...
    Beijo.

    ResponderEliminar