quinta-feira, abril 23, 2015

















A FOZ

Eram sonhos mil
A desaguar
Nos mares da emoção...

Ah velho coração,
Nada de parar.
Bate por abril!

Relva, 2015-04-23
Aníbal Raposo

Sem comentários: