sábado, abril 18, 2015
















DO RISO
Quem, em pleno siso,
almejaria congelar o teu sorriso?
Relva, 2015-04-18
Aníbal Raposo

1 comentário: