terça-feira, julho 11, 2017















Gosto de te reinventar
em cada esquina do meu pensamento.

De te pintar com as cores da tua luz.
A que os prismas da razão nunca lograram refractar.

Relva, 2017-07-11
Aníbal Raposo

doem-me cá dentro
todas as ideias e palavras
que inventei e não escrevi.




Relva, 2017-07-10
Aníbal Raposo






quarta-feira, junho 28, 2017



















ETERNIDADE

Os dias caem no chão
na voragem do tempo maduro.

Os ciclos fecham-se sorrateiros
na aragem dum adejar de corujas.

Só o teu riso permanece eterno
parecendo desafiar o inevitável.


Relva, 2017-06-28
Aníbal Raposo

domingo, junho 25, 2017

















Gosto de ensurdecer em silêncios
apenas rasgados pelo canto dos pássaros.
E de mergulhar, profundamente,
no meio de desertos que esquiço
entre a multidão.
O que conta é onde está a alma.
O corpo, este sempre conviveu
com o rumor de palavras leves.

Pesqueiro, centro de Ponta Delgada.
2017-06-25

quarta-feira, maio 31, 2017





















IRMÃOS

Fui por Deus abençoado
Porque me deu um irmão
Que sei que está do meu lado
Em qualquer ocasião.
Relva, 2017-05-31
Aníbal Raposo

segunda-feira, maio 29, 2017















A COR DO SONHO

Estas flores azuis que nas mãos sustento
são da cor do sonho
que não tem
Idade.

Foto de Ludmila Yilmaz
in A Lifetime photography

segunda-feira, abril 24, 2017




















25 DE ABRIL

Não conheço
rio de esperança
Que não desague
num mar de Liberdade.


Relva, 2017-04-24
Aníbal Raposo

Gosto de te reinventar em cada esquina do meu pensamento. De te pintar com as cores da tua luz. A que os prismas da ...