quinta-feira, janeiro 21, 2016















IN VINO VERITAS?

Bebi o vinho que me ofertaste amigo.
Em tragos pequenos sorvi qualidade.
De sabor ameno o J. P. Chenet
Casava as castas Syrah e Cabernet
Num perfeito laço. Três anos de idade.

E enquanto o bebia, pensei cá comigo:
- Momentos de paz os que passei contigo...
Viste a luz brilhante da eterna amizade?

Rua do Paiol, 22
Ponta Delgada, 2016-01-21
Aníbal Raposo

quinta-feira, janeiro 14, 2016
















EM DIA DE AMIGOS E DE ALEX

É tempo de dizer-te caro amigo
(Acredites ou não, pouco me importa),
Que tu podes contar sempre comigo.
Até com um furacão batendo à porta.

Relva, 2016-01-14
Aníbal Raposo

(com o furacão Alex a chegar aos Açores)

sexta-feira, janeiro 08, 2016













EQUILÍBRIO

Às vezes
não é fácil viver em harmonia,
estar atento, ser solidário e bom.
Surge um problema:
- Elevam-nos muito o teto
e o tom, em demasia.
Apesar de darmos o melhor
no nosso dia a dia,
somos tidos por comparsas,
amigos do sistema.
Pois que não fique mágoa,
réstia de amargura.
Para nosso deleite,
a verdade é pura.
Tal como o azeite
acaba sempre por vir
à tona de água.

Relva, 2016-01-08
Aníbal Raposo

quinta-feira, janeiro 07, 2016




















DO PÁSSARO QUE SOU

Não procurem por mim
a caminhar por trilhos óbvios.

Levantem a cabeça
e adivinhem-me no azul.

Se tentarem cortar-me as asas
hei de sonhar escadas
para tocar ao céu.

Relva, 2016-01-07
Aníbal Raposo
foto de photo Milad Safabakhsh
in "A Lifetime Photgraphy