terça-feira, março 17, 2015















SETE CIDADES

Pode crer qualquer ateu
Que há para aí muito castiço
Que vive dentro do céu
E nunca deu conta disso.

Relva, 2015-03-17
Aníbal Raposo

segunda-feira, março 16, 2015























LEVITAÇÃO

Se existe coisa
que gosto, que aprecio,
que é arte irreverente
e eterna novidade,

é ver alguém
dançar, num desafio
ao corpo, à mente
e às leis da gravidade.

Relva, 2015-03-16
Aníbal Raposo















PRIMAVERA


Há trilhos sinuosos,
e ruas desta ilha,
esperando Ave Marias.

Um cheiro adocicado,
familiar e espesso,
nas flores de cada incenso.

Rebentos verdejantes,
que explodem pelos ramos
na pressa de nascer.

Angústias aos milhares
que aguardam o consolo
de orações penitentes.

E há um fogo aceso
no olhar de cada irmão
que anseia a caminhada.

Relva, 2015-03-16
Aníbal Raposo

sábado, março 14, 2015



















DOÇURA


Loucura de prazer
Subir aos céus
Sem pressa. A sorver
O mel dos lábios teus.

Relva, 2015-03-14
Aníbal Raposo

foto de Max Lofti 

sexta-feira, março 13, 2015















DA ALMA
Sabes o que penso:
Somos tão pequenos...
Digo-te com calma.

Cada vez me convenço
Mais, que somos menos
Corpo do que alma.

Relva, 2015-03-13
Aníbal Raposo

(No dia em que abalou a esposa e a mãe de dois irmãos meus)