terça-feira, julho 23, 2013













ESTRELAS CADENTES

Aguardo, impaciente,
A imensa graça anual
Do meu céu de agosto.

Adivinho
O supremo artista,
Arrebatado,
De pincel em punho
E em pleno furor inventivo,
A riscar estrelas cadentes,
Incendiando a escuridão
Da imensa tela da noite.

Observo
O pintor
No seu trabalho.

E cinjo-te a cintura
Meu amor...

Aníbal Raposo 
Relva, 2013-07-23


segunda-feira, julho 22, 2013













CHÃO DE LAGOA

hoje é dia de recordar,
como o poeta,
em serena paz,
sem amargura,
que mesmo um grande amor,
muito sentido,
só pode ser eterno
enquanto dura.

Aníbal Raposo
Relva, 2013-07-22

sexta-feira, julho 19, 2013



















A PROPÓSITO DUMA FOTO PUBLICADA
NUM PERFIL DE MÁRIO DORMINSKY

Isto não é brincadeira
Até me dá um calor
E afirmo, bem disposto
Que não sei do que mais gosto:
Se do design da cadeira
Se da tiara o alvor.

Aníbal Raposo

Relva, 2013-07-19



JUSTIÇA

Ontem mesmo eu aprendi
Uma excelente lição:
Nem sempre a razão da força
Vence a força da razão.

Aníbal Raposo
Relva 2013-07-19

domingo, julho 14, 2013













FIM DE TARDE

Irmão,

Ir?
Mão?

Aproveita bem a calmaria

A cal?
Maria?

Que vem aí borrasca

Borra
Rasca.

Fim de tarde nas Milícias
2013-07-14
Aníbal Raposo

sábado, julho 13, 2013












VIAGEIRO

As raízes
No chão em que se nasce.

As malas
Sempre aviadas p'ra voar.

Aníbal Raposo
Relva, 2013-07-13