quarta-feira, julho 30, 2014



















EXPLOSÕES

Sabes, não estou a mentir,
Se pegarmos fogo os dois
O mundo pode explodir
Só num puxar de lençóis.

Relva, 2014-07-30
Aníbal Raposo

sábado, julho 26, 2014
















ENCANTAMENTO

Um dia destes pego em mim
E vou voar assim.


Relva, 2014-07-26
Aníbal Raposo

Foto de Marcin Bublewicz
in "A lifetime photography"

quarta-feira, julho 23, 2014























ANSEIO

E mais não digo,
Por ser toda a verdade:
Em cada palavra que persigo
Busco a claridade.


Relva, 2014-07-23
Aníbal Raposo


Foto de Balys Buračas 
in "A lifetime photography"

terça-feira, julho 22, 2014













A MARGEM

Rema marinheiro.
Coragem, que na margem
Está um mundo inteiro!

Relva, 2014-07-22
Aníbal Raposo


Djamel Kadi
Sailing boy - Life&Photography
www.lifenphotography.com

sexta-feira, julho 18, 2014
















ABRAÇO

Corri o mundo, andarilho,
E nada encontrei porém
Como um abraço de filho
No colo da sua mãe.


Relva, 2014-07-18
Aníbal Raposo

Foto de Valter Bernardeschi in "A lifetime photography"

quinta-feira, julho 17, 2014






















RASTILHO

Deita fogo à mecha da tua fantasia.
A emoção explodirá dum violino que resgata a melodia.

Relva, 2014-07-17
Aníbal Raposo

domingo, julho 13, 2014























PRUMO

Pouco me interessa conhecer do mar a superfície.
Procuro navegar ao largo, com lisura
E mergulhar em azuis profundos.

Paradoxalmente
É nesse submergir que me elevo aos céus.

Relva, 2014-07-13
Aníbal Raposo

sábado, julho 12, 2014



















LIVRE

Adoro saltar assim:
Para o nada.

Testar
Se estas velhas asas
Ainda conseguem suportar
O peso estimado para os meus devaneios.

Por vezes, é curto o voo.
Caio no chão sangrando, estatelado.

Outras, porém,
Flutuo livremente, ante olhares incréus,
Desenhando círculos por cima dos telhados da cidade.


Relva, 2014-07-12
Aníbal Raposo


segunda-feira, julho 07, 2014




















IMPREVISÍVEL

Há que saber amar
Que é curta a vida
Contar cada segundo de te ter
Guardar tua lembrança
Em melodia.

Tu podes apostar
Estou de partida
Quando te não ousar surpreender
Num simples pé de dança
Ao fim do dia.

Relva, 2014-07-07
Aníbal Raposo

sexta-feira, julho 04, 2014













FUTEBOL

No desfecho feliz que se deseja
Não podendo ser um que o outro seja.

Relva, 2014-07-04
Aníbal Raposo






















BRINCOS DE PRINCESA

Em cada um dos dias, meu amor,
Lembrar-me-ei de ti com uma flor.

Hoje, para louvar tua beleza,
Inventei este brinco de princesa.


Relva, 2014-07-04
Aníbal Raposo

Foto de Mandy Disher in "A lifetime photography"

quinta-feira, julho 03, 2014
















O PONTO JUSTO

Envolver-te primeiro, sem fazer alarde
Com o coração em fogo, brasa incandescente,
Depois beijar-te a alma, fundo, intensamente,
Oferecer-te rosas ao cair da tarde.

Vamos amar-nos soltos, libertos, sem mágoas,
Soltando cada amarra em jeito singular
Eu, rio arrebatado, ansiando em ti o mar
Morrer no justo ponto da fusão das águas.


Relva. 2014-07-03
Aníbal Raposo

quarta-feira, julho 02, 2014



CORAGEM

Com estes dedos
Vou tocar os credos
Apesar dos medos


Relva, 2014-07-02
Aníbal Raposo

terça-feira, julho 01, 2014






















NAVEGANTE

Sempre que embarco
No canto dos pássaros
Ramifico anseios
Na prata da lua

Relva, 2014-07-01
Aníbal Raposo