Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2011
Imagem
VOLTANDO

Eu estou de volta,  porque aqui é meu lugar
Espaço-utopia onde dá gosto versejar
Onde há poetas a postar e eu posto.

Simples terreiro onde me exponho, nu, sem truque.
Vou deixar só e à sua sorte o facebook
Do dito redutor: gosto, não gosto.

Ponta Delgada, 2011-09-06
Imagem
AS PALAVRAS ESTÃO A MONTE

Às vezes as estrelas são tão poucas...
Não ocupam o espaço que há no céu
De alegria que é o nosso amor.

Às vezes os navios são escassos
Para navegarem em todas as rotas
Do mar oceano das nossas emoções.

Às vezes os arados são tão parcos
Que não abrem os sulcos necessários
Na terra virgem do nosso encantamento.

Às vezes não se encontram as sementes
P'ra semearmos em húmus criador
A esperança do futuro que sonhámos.

Às vezes procuramos palavras fugidias.
Andam a monte por amor à liberdade.
Não cedem à prisão que é o poema.

Ponta Delgada, 2011-09-06

Imagem
AO DEITAR

Bebo os teus receios e medos
Como se fossem meus.

Sinto as tuas mãos procurando o meu corpo
Como uma âncora de esperança
A que te agarras.

Enquanto te afagar os cabelos
Para afastar os sonhos maus
E me colar a ti para te acalmar as angústias
Saberei que te amo.

Ponta Delgada, 2011-09-05
Imagem
FIM DE SEMANA NA CIDADE

Tenho mar em frente
Mas este não é o meu mar...

E tenho conhecidos por perto
A quem aceno com urbanidade.
Eu sou um tipo educado.

Porém os meus sonhos estão longe...
Pairam em voos tranquilos
Como asas de milhafres
Na falésia da fajã.

No fim de semana,
Mesmo que esteja por cá,
Nunca me encontro na cidade.

Ponta Delgada, 2011-09-04