sexta-feira, setembro 13, 2013


















TRAPEZISTA

Com o sangue a pulsar nas veias
Preparo mais um voo no trapézio.

Gosto de pensar
Que toco o público.

Vou saltar com rede.

Ponta Delgada
2013-09-13




1 comentário:

Anónimo disse...

Quando salta o coração
Não há rede que resista
Não há truque, não há pista
Que aguente tanta emoção

Quando salta o coração

Saltimbanco, malabarista
Bala humana no canhão
Não há rede que resista
Que aguente tanta emoção

Omaia

Gosto de te reinventar em cada esquina do meu pensamento. De te pintar com as cores da tua luz. A que os prismas da ...