sexta-feira, setembro 13, 2013


















TRAPEZISTA

Com o sangue a pulsar nas veias
Preparo mais um voo no trapézio.

Gosto de pensar
Que toco o público.

Vou saltar com rede.

Ponta Delgada
2013-09-13




1 comentário:

Anónimo disse...

Quando salta o coração
Não há rede que resista
Não há truque, não há pista
Que aguente tanta emoção

Quando salta o coração

Saltimbanco, malabarista
Bala humana no canhão
Não há rede que resista
Que aguente tanta emoção

Omaia