quarta-feira, março 19, 2014























PAI

Espera por mim meu pai
Na esquina dum não sei onde
Que já não deve faltar muito
Para nos abraçarmos.

Sabes,
Preciso ter contigo
Aquela conversa urgente
Que os dois sempre adiámos
E acabámos por perder.

E nesse nosso encontro
Não quero mais silêncios
Nem decifrar palavras
No fundo do teu meigo olhar.

Meu querido pai,
Vais-me desculpar
Mas dessa vez
Não deixo!


Relva, 2014-03-19
Aníbal Raposo


Foto de Massimo Di Cresce
in "A lifetime photography" 

Sem comentários:

Gosto de te reinventar em cada esquina do meu pensamento. De te pintar com as cores da tua luz. A que os prismas da ...