sexta-feira, junho 20, 2014
















A ESCADA

Não sei em que patamar estou.
Pouco me interessa.

Quero alegrar-me
Em cada degrau a que me guindo.

O fim da escalada
É mergulhar na luz
Dum infinito e desconhecido azul.


Relva, 2014-06-20
Aníbal Raposo

Sem comentários:

Gosto de te reinventar em cada esquina do meu pensamento. De te pintar com as cores da tua luz. A que os prismas da ...