sexta-feira, fevereiro 26, 2016
















PONTÍFICE

A cada visita guiada
a medonhos precipícios
entre o presente e o futuro,
imagino pontes.

E rio muito
ao riscá-las,
esbeltas e firmes,
enlaçando as margens.

Relva, 2016-02-27
Aníbal Raposo

1 comentário:

Cristal de uma mulher disse...

Muito bom sem duvidas...assim o poeta identifica um estado ao outro...assim como na vida.. Um abraço

Gosto de te reinventar em cada esquina do meu pensamento. De te pintar com as cores da tua luz. A que os prismas da ...