sábado, dezembro 30, 2017


























CAÇADOR DE LUAS

Sou lesto a caçar a lua
Apanho-a num de repente
Quer rodonda, de tão cheia
Quer fina, em quarto crescente.

Foto: Month collector
makoto saito

3 comentários:

  1. Desejo-lhe um ano de 2018 cheio de tudo o que mais deseja.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado amiga Graça Pires. O mesmo para si e para os seus.

    ResponderEliminar
  3. Olá, boa tarde. Visitando, gostando e elogiando a escrita em poesia que, de forma sedutora, aqui é publicada. A imagem é muito original, deslumbrante. Voltarei com mais tempo...

    * Vivências de Amor - Volúpia Incerta *
    .
    Cumprimentos poéticos

    ResponderEliminar