quarta-feira, maio 02, 2012



















DE QUEM SOU

Sou rapaz e sou poeta
Escrevo como a sonhar
Ando às vezes na sarjeta
Outras no céu a voar.

Aos versos todo me dou 
Sem saber o que me impele
Mas gosto de ser quem sou
Visto bem a minha pele. 

Aníbal Raposo
Ponta Delgada, 2012-05-02

2 comentários:

Ana Martins disse...

Aníbal, boa noite!
Para estarmos de bem com a vida e com os outros, temos que estar de bem com a gente, e por isso mesmo, gostarmos da pele que vestimos.

Gostei do poema, bem conseguido!

Beijinho,
Ana Martins

Aníbal Raposo disse...

Versos em "resposta" às lindas quadras da minha amiga Maria Isabel Fidalgo que rezam assim:

QUADRAS EM JEITO DE MENINA :))

Sou menina sou boneca
Sou arco-íris em flor
Sou ave e sou borboleta
Sou tudo aquilo que for.

Se sou o que julgo ser
E de mim não me rejeito
Quero este jeito que sou
E não outro por defeito.

Mif