sexta-feira, maio 25, 2012



















EM LOUVOR DO DIVINO

Cada vez que um irmão
me dá a beijar
a bandeira do Divino:

Chega aos meus ouvidos,
o canto de folias
seculares;

Acende-se uma fogueira
de luz intensa e viva
no meu peito;

Nasce uma ribeira
de águas mansas
nos meus olhos.


Ponta Delgada, 2012-05-25
Aníbal Raposo

Sem comentários: