DO RUÍDO
Gosto de falar baixo
com elevação.

Pelo que é sabido
em cada conversa
os decibéis variam.

Na razão inversa
da nossa razão.

Relva, 2016-10-14
Aníbal Raposo

Comentários

Graça Pires disse…
Gostei da verdade do seu poema,
Uma boa semana.
Beijos.

Mensagens populares deste blogue