sexta-feira, abril 21, 2017



















DA GUERRA
De querras nada entendo
e não quero ser adulto para o entender.
Carrego nas minhas costas
o meu amado irmão
e o peso do desgosto.
Morto pela vossas
bombas, prenhes de razão.
A minha dor contém
a dor do universo.
De quantas vidas mais
precisais para crescer?

Relva, 2017-04-21
Aníbal Raposo
foto de Joe O'Donnel

Sem comentários: