terça-feira, março 10, 2009


ODE AO AMOR

(de Maria para Benjamim)


Já que dizes que o amor é sã partilha

então ganha coragem beija-flor:

com simplicidade e com verdade,

duas vitualhas  do dito bem-querer,

beija-me a mim, Benjamim.

 

Mais uma dança de encantar tu vais tecer

quando soprares da prateada flauta transversal

a melodia suave desta doce maldição,


Esconjuro que és

gravado em mim.

  

Lisboa, 2009-03-10

Aníbal Raposo

---------------------------------------------------------------------------

Esta foi a minha participação no 12.º jogo das 12 palavras do blog Eremitério. Mais uma vez obrigado ao Eremita pela diversão.

Palavras-desafio:

Amor - beija-flor - benjamim - coragem - flauta -maldição - ode - Partilha - simplicidade - Tecer - Verdade - vitualhas.

26 comentários:

  1. Está lindo o teu poema!! Fui muito mais sintética...eh eh como é meu costume!! Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito o resultado final do desafio!

    Parabéns!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Assim como o oceano só é belo com o luar
    Assim como a canção só tem razão se cantar
    Assim como uma nuvem só acontece se chover
    Assim como o poeta só é grande se sofrer
    Assim como viver sem ter amor não é viver

    (Vinícius De Moraes/tom Jobim)

    Desejo a voce um resto de semana maravilhoso
    Abraços. Eduardo Poisl

    ResponderEliminar
  4. A palavra, no so é o canto, é a voz do silencio do Alma, na procura sempre de outras Almas que en silencio comparten o mismo sentir e vivir no seú desexo de encontro, fermoso blog... un saudo dende Galicia, España... Jyhael

    ResponderEliminar
  5. Amigo Anibal!

    Desafio Superado!!!
    Parabéns pelo poema...

    Abraço

    Lourenço

    ResponderEliminar
  6. Gostei de A Palavra e o Canto!

    Uma belíssima melodia!...

    Abraços poema,

    jhs

    ResponderEliminar
  7. QUERIDO ANIBAL, GRATA PELA TUA VISITA... ADOREI O TEU POEMA... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  8. Pois veja o que faz um desafio...tras para fora palavras que se transformam em poesia, e uma linda poesia.
    abraço e bom final de semana

    ResponderEliminar
  9. Pintura, imagem poética...
    Poesia palavra pintada...
    Uma, esboço de figura amada;
    A outra, ténue palavra profética!

    Pintura e poesia...
    Imagem e palavra de sentimento
    E de amor em utopia!

    São o sonho que sonhei...
    Quando, no Éden amei!

    (FERNANDA & POEMAS)

    Desejo a você um excelente final de semana com muito amor no coração
    Abraços: Eduardo Poisl

    ResponderEliminar
  10. Muito bem!
    gostei de ler... mas...
    uma das regras do jogo é não publicar antes do Eremita... ai, ai!

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  12. Fá menor,

    Obrigado por me chamar a atenção. Não tinha entendido que este era uma regra do jogo. Não mais o farei.

    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Um desafio...
    e assim
    nasce
    um poema
    lindo!

    poeticamente superado!

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Olá!
    Vim lhe convidar para que conheça um pouco do meu trabalho de pintura em camisetas!
    Até
    http://ramasppfp.sites.uol.com.br/pinturaemcamisetas.htm

    ResponderEliminar
  15. O resultado deste desafio foi uma ode ao amor. Que mais se podia fazer?
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  16. Que lindo!

    Confesso que fiquei emocionada!

    Um abraço com carinho e admiração

    ResponderEliminar
  17. Muito interessante este jogo de palavras. Gostei :)

    Tenho uma prenda para si no meu BLog. Passe por lá e traga-o para sua casa :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  18. UM BELO DESAFIO... ONDE O POETA TRABALHA AS PALAVRAS.

    PARABÉNS.

    BEIJO

    ResponderEliminar
  19. Bem elaborado amigo!
    Gostei!

    Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
    Nas vastas planícies, terras por conquistar…
    Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
    Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

    Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
    Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
    Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
    Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

    Um resto de uma agradável semana!

    Bem-haja!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  20. E do desafio brotou um belo poema.
    Parabéns!
    Abraços.

    ResponderEliminar
  21. És um poeta cantante e especial. Abraço

    ResponderEliminar
  22. Interessante como com palavras soltas
    se formam poemas , bonito o teu
    Bj

    ResponderEliminar
  23. Ola!! Gostei demais do seu poema, encantador.

    Meu abraço.

    ResponderEliminar
  24. Amor é partilha, com certeza.
    Como gosto de te ler.
    Sabe qual é a melhor coisa da internet?
    É que aqui, as pessoas podem conhecer sua alma,
    antes de conhecer seu rosto.
    Nós dividimos pensamentos, sonhos, planos.
    Não nos julgamos,nem condenamos, apenas buscamos e oferecemos mãos p ajudar.
    Trocamos afeto e abraços não é?
    É isso o que vim fazer.
    Te abraçar e parabeniza-lo pelo dia do Blogueiro.
    Sou feliz por ter te encontrado.
    Beijos..

    ResponderEliminar
  25. Pintam-se quadros coloridos na natureza
    Reinam as flores que nascem nos campos
    Imperam jardins no olhar, beleza
    Mágica que nos anima o coração
    Arco-íris desenhados no horizonte
    Vêm quando a chuva ainda desce das nuvens
    E os girassóis giram com o Sol
    Riem as papoilas rubras que brotam sem rumo
    A alma veste-se de poesia e vida.
    (Fanny)


    FELIZ PRIMAVERA!
    FELIZ DIA DA POESIA!

    Um abraço florido de amizade*

    ResponderEliminar
  26. Como ficar indiferente diante deste primoroso espaço literario, resta-me deixar meus cumprimentos ao seu Blog, as suas belíssimas postagem
    Efigênia Coutinho

    ResponderEliminar