sábado, junho 08, 2013
























CADA QUAL TEM O SEU DEFEITO
(Aliud alic vitio est)

Se alguém que prezas
Te feriu fundo, sem querer,
Não leves isso a peito.
Cada qual tem o seu defeito.

És capaz de desculpar
O erro alheio?
Nunca percas o jeito...
Cada qual tem o seu defeito.

A vício e a virtude
Sempre se cruzaram
Num atalho estreito...
Cada qual tem o seu defeito.

Se a vida porventura te sorri
Mira-te bem,
Julgas que és o eleito?
Cada qual tem o seu defeito.

Aníbal Raposo
Relva, 2013-06-08

Sem comentários:

Gosto de te reinventar em cada esquina do meu pensamento. De te pintar com as cores da tua luz. A que os prismas da ...