quarta-feira, março 30, 2016























POENTE

Assim pressagio ser
o fim dos dias.

Nítida imagem dum velho navio encalhado,
cedendo aos poucos à inevitável erosão do tempo,
num enorme deserto de frívolas banalidades.

Será que alguém recordará as marcas singulares
que as minhas desgastadas sandálias peregrinas
desenharam na impiedosa arena que é a vida?

Pouco me interessa...

Sonhei,
segui um rumo,
e fiz por ser feliz.


Relva 2016-03-30
Aníbal Raposo

Sem comentários:

Enviar um comentário