sexta-feira, maio 17, 2013


















ROMPER O AZUL

olho para a frente e penso
em adejar ligeiro
urge acelerar.

pela lei natural da vida
breve é o futuro.

sendo que há tanto
azul para romper
e sonhos a cantar.


Aníbal Raposo
Relva, 2013-05-17

Sem comentários: