domingo, outubro 27, 2013













NEVOEIRO 

Perto do mar vejo o lenço
De nevoeiro a descer
Falésia abaixo, tão denso...
Há até vezes que penso
Que sou peixe sem saber

Rocha da Relva, 2013-10-27
Aníbal Raposo

Sem comentários: