sábado, janeiro 17, 2009



DA NAVEGAÇÃO

Pela manhã
o meu corpo veleiro
mareou as suaves ondas
do teu, oceano de espanto.

Apostámos, os dois: barco e mar,
em simbiose perfeita,
na louca navegação do desejo.

E chegámos
cansados da viagem,
com os olhos brilhantes
em tons esmeralda,
a porto seguro. 

Aníbal Raposo
2009-01-17

24 comentários:

  1. Barco-homem, mar-mulher..., lindo!!!

    Simples e sensual...

    Abraço
    Fenix

    ResponderEliminar
  2. Lindo demais!
    Perfeita sintonia/entrega total...

    Bom domingo pra ti,
    bjos.

    ResponderEliminar
  3. Complementam-se lindamente as tuas palavras e a foto! Gostei. Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Escolheste as metaforas perfeitas para descrever esse amor...

    Intensamente bela a poesia!

    Obrigada por suas palavras em meu blogue.

    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  6. ...tenho comigo que todas
    as 'viagens' barco e mar,
    feitas pela manhã,
    trazem com elas todas as
    energias para brilhar o sol.

    naveguemos, então.

    bjus

    ResponderEliminar
  7. Perfeita combinação... Ficou mágnifico!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  8. Imagem e escrita perfeitamente concatenados e poeticamente expressos. Belíssimo.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  9. Entre a realidade e a "realidade"...fica a metáfora?
    Gostei do sentimento...por detrás das palavras.

    Um abraço

    Ana

    ResponderEliminar
  10. mais poesia - mais poema - mais alma nas palavras!!
    um forte abraço, apreciei demais esta viagem!

    ResponderEliminar
  11. A porto seguro chegou o poema, seguro, equilibrado, harmonioso, simbiose perfeita entre o casco e as águas, leme firme, proa conhecedora das águas, sensual, mas sereno. Gostei.
    Abraço.
    Eduardo

    ResponderEliminar
  12. Muy bella y oportuna la comparación que expones en tu poema.
    Muy lindo, de verdad.
    Gracias por unirte a mi lista de amigos.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  13. um agradecimento pelas palvras e pelo "seguimento"
    volto, mas sou pouco constante, aviso :)

    ResponderEliminar
  14. cara, como tenho que treinar minha interpretação, estou muito de cara, não vi as entrelinhas. Começar a treinar isso. o/
    Abração,
    Iury

    ResponderEliminar
  15. Caro Lury Cézar,
    Você diz no seu perfil que é apenas um moleque. Pois bem, proponho-lhe um jogo. Você guarda este meu poema. Daqui a uns 5 anos(talvez menos, vamos a ver se não me engano...)volte a lê-lo. Verá que nessa altura, quando se sentir marinheiro, já encontrou a bússola que lhe permitirá fazer uma viagem semelhante à minha. Talvez agora estas minhas palavras não façam de novo sentido. Mas depois tudo ficará claro.Combinado?
    Abração

    ResponderEliminar
  16. Bela poesia! Belo blog. Estás de parabéns! E, a propósito, obrigado por comentar meu "Soneto da Imortalidade" no Portal Literal.

    ResponderEliminar
  17. Belos versos, amigo! Parabéns.

    ResponderEliminar
  18. Olá Anibal,

    Desconhecia o teu espaço, e admirei a tua poesia. Belissimo poema.

    Parabéns.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  19. Por gostar tanto
    de ler suas poesias….
    Lhe deixo
    os meus parabéns,
    ao ler me encanto
    Por escrever tão bem
    Gostei e voltarei...

    Sem nada saber
    Sem nada dizer
    Sem nada falar…
    É um simples ser
    Que expõem o seu pensar
    Proferindo a frase certa…
    Ao descrever o seu ver
    Distingue-se ao escrever
    Como um louco poeta

    O abraço…

    ResponderEliminar
  20. Olá.Adorei passar por aqui.Seguirei você eternamente.

    Beijos,poeta!

    ResponderEliminar
  21. ainda bem que a viagem chegou a porto seguro.

    o poema está muito bom.

    um beijo

    ResponderEliminar