sexta-feira, abril 03, 2009



ESTIVE LÁ PERTO

Estive lá perto...

Tão perto
que quase toquei
com a ponta dos dedos,
o outro lado, o da eterna claridade.

No meio da minha fugaz ausência,
senti-me a caminhar no túnel escuro.
Escutei vozes, doces mas desconhecidas,
que me recebiam com muita amizade
e experimentei uma enorme
sensação de paz.

Alguém quis que voltasse
e aqui estou eu, de regresso.

Fisicamente mais débil.
Seguramente mais sábio.

De ora em diante,
beijarei cada minuto
da minha breve existência
como se fosse uma das notas
de uma bela e suave melodia:
 
a música da minha vida...


Ponta Delgada, 2009-04-03
Aníbal Raposo

24 comentários:

  1. O sol rasga os panos do horizonte
    Em pacífico brilho de sua magnitude…
    Cadenciado ondular que em mar bronze,
    Excelsa beleza no marulhar da virtude!

    A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
    Firmada num profundo e desigual chão azul …
    Cristalizadas águas reflectem o planar,
    Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

    Gostava que comigo
    Desse asas á sua imaginação,
    No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

    Um bom fim-de-semana,
    Com muita inspiração
    E na mente… um sorriso!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  2. Caro Poeta,
    uma profunda descrição da viagem que que nos leva à morte!!!

    Uma das minhas frases preferidas é: "Quem ama a vida não esquece a morte!" E o Anibal ama a vida!

    Beijinhos e bom fim de semana,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Cara Ana Martins,

    Este é um poema vivido. Uma paragem cardíaca de que escapei por pouco...

    Adoro viver e agradeço com toda a minha alma a quem me mandou de novo para o lado de cá.

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Hola cielo me gusto mucho tu poema
    un beso desde mi Luna

    ResponderEliminar
  5. A maioria das pessoas que têm uma EQM passam a acreditar muito mais na bondade divina, dão mais valor a vida e as pessoas, ficam mais pacientes, mais solidárias, mais generosas, enfim, mudam pra melhor em todos os aspectos e com vc percebo que aconteceu o mesmo.

    Bom fim de semana...bjo!

    ResponderEliminar
  6. Valorizamos muito mais aquilo que quase perdemos. Devíamos todos viver cada dia como se fosse o último.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Quando a alma se liberta, mesmo que por segundos, todas as vozes da nossa história nos acolhem, e depois de ver essa claridade nunca mais somos os mesmos, mais sábios sim, mas menos temerosos também, sabemos agora o que nos espera.
    Um abraço e bom final de semana.

    ResponderEliminar
  8. Bem vindo de volta!

    Essas situações devem permitir-nos saborear e celebrar a vida, a cada minuto...
    Nós não somos de cá!
    Cá só nos preparamos para Lá!

    Viva! Estou contente que esteja por cá.

    Um muito bom fim de semana

    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Aprende-se a saborear o vento
    a gostar das tempestades
    a amar o mais simples da vida!
    O lado de cá... é o certo!

    Fico feliz por saber que o poeta voltou!
    Desjo-te recuperação rápida e total!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  10. Apreciei o poema, que achei, bem pensado e melhor delineado.

    Daniel

    ResponderEliminar
  11. O vento soprou
    Tão doce e sereno
    Tocou-me ao de leve
    Girou sentimentos
    Dormentes, silentes
    Que em vôo rasante
    Tocaram o chão.
    O fundo da alma
    fez-se de cor de ouro
    Castanho ou laranja
    Deu frutos já secos
    De um doce amargo
    Surgiu o Outono
    No meu coração.
    (Lique, 2004)

    Uma boa semana, plena de amor e carinho
    Eduardo Poisl

    ResponderEliminar
  12. Passando para a "manutenção" de nossa amizade!!
    E tenha certeza que o faço com o maior carinho.
    Hoje, quero só agradecer, pelo seu carinho,
    por vc estar aqui , por estar na minha vida
    e me deixar de alguma forma fazer parte da sua.
    Ter amigos é a melhor cumplicidade!
    Sabe de uma coisa?
    Sou feliz!
    Porque abençoados os que possuem amigos.
    Fica com Papai do céu, Aníbal.
    Um final de domingo fantástico.
    Meu carinho, sempre.

    ResponderEliminar
  13. Bem vindo a este "acordar renascido"
    A música,a poesia,a família e os amigos de sempre precisam de ti. Precisamos sempre da tua Palavra e do teu belo Canto.
    Beijinhos
    Alcina (Tup)

    ResponderEliminar
  14. Aníbal


    "Hoje eclodem constelações de medos pressentidos no amanhã". Percebo sim agora que vim ler o teu poema. Há situações e experiências de vida que deixam abalada a nossa verticalidade: por um lado o medo do instante a seguir, por outro, a força que às vezes fraqueja no agarrar da vida.

    Soberbamente, mostraste que há maneiras de vencer o medo, dando novo sentido à vida

    Aníbal, mesmo que os lábios te sangrem, vive a tua bela e profunda frase "De hora em diante,beijarei cada minutoda minha breve existência como se fosse uma das notasde uma bela e suave melodia: a música da minha vida..."

    Permite-me deixar aqui uma interrogação para eu e outros podermos reflectir: Será que é preciso ESTAR LÁ PERTO para entendermos o que na nossa vida ainda não entendemos?

    E claro que, logo mais, virei buscar o selo do blogue luminoso que levarei com uma ternura redobrada.

    Um grande beijo de carinho e semana de LUZ.

    MV

    ResponderEliminar
  15. linda essa melodia...com vida!

    beijos e boa semana

    ResponderEliminar
  16. A celebração da vida quando a morte a rondou. Um belo poema, amigo. Um abraço.

    ResponderEliminar
  17. Caros amigos e amigas

    Deixo aqui um obrigado a todos os que comentaram o meu poema.

    Espero bem que me "aturem" ainda por uns tempos. Tudo farei por isso.

    Beijos nas meninas e abraços nos rapazes.

    ResponderEliminar
  18. Que lindo Anibal.
    As palavras aqui ganham vida!
    *
    Saiba que é muito bom abrir minha
    página de recados e lá encontrar
    as suas palavras.
    Obrigada por seu carinho!
    Tenha uma excelente semana!
    Beijos

    ResponderEliminar
  19. A música da tua vida é certamente a música da minha!! Beijos.

    ResponderEliminar
  20. "Ceus...bebiendo la miel de tu boca...
    que lastima que no te se contestar,pero te leo perfecto...muy bellos poemas de amor
    abrazos
    Marina

    ResponderEliminar
  21. Muito bonito este poema! sensível.
    Beijinho

    Tem Presente de Páscoa (ovos) no meu Blog "os meus miminhos" :)

    ResponderEliminar
  22. De modo especial, hoje passo por aqui para te desejar uma feliz páscoa junto a todos que te são caros.
    Um abraço

    ResponderEliminar