sábado, dezembro 31, 2011



ANO NOVO

Mais uma vaga
À frente
Da proa
Do barco
Da vida

Será recordada
Pela mão ao leme
Fazendo
A diferença

Ou então será

Só mais uma vaga
Que a proa
Do barco
Da vida
Sulcou.

Ponta Delgada, 2011-12-31

7 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Não existe ano novo
se não houver sonhos novos.
Desejo que neste novo ano,
cada dia de vida da sua história,
seja vivido de modo calmo e pleno,
e que possas viver
o mais intenso caso de amor
com a sua vida,
e com os que fazem parte da sua vida.

Aluísio Cavalcante Jr.

Aníbal Raposo disse...

Obrigado Aluísio.
Um bom 2012 para o meu amigo e para aqueles que ama.
Abraço

Dois Rios disse...

Como diria o grande poeta, "navegar é preciso."

Mais uma vaga
Mais um ano
Mais vida pela frente.

Que saibamos aproveitá-la.

Um bom ano para você, Aníbal!

Beijo,
Inês

Aníbal Raposo disse...

Igualmente para ti Inês e para os teus.

Palavras disse...

Olá meu caro,

Nada será novo senão começar nos sonhos...

um 2012 iluminado para você! Saúde e paz!

grande abraço

Obrigada pelo carinho no Palavras

Eduardo Aleixo disse...

De vaga em vaga. Todas as vagas são vagas. Da vida .
Mas há umas que quase esmagam.
E outras há que nos afagam.
---------------------
Fora do Face por uns tempos escrevo-te do meu canto, À Beira de Água.
--------------------------
Nesta água. Sem vagas. Espelho.
Canto. Onde cantam eles. Os pássaros.

Eduardo Aleixo disse...

De vaga em vaga. Todas as vagas são vagas. Da vida .
Mas há umas que quase esmagam.
E outras há que nos afagam.
---------------------
Fora do Face por uns tempos escrevo-te do meu canto, À Beira de Água.
--------------------------
Nesta água. Sem vagas. Espelho.
Canto. Onde cantam eles. Os pássaros.