quarta-feira, fevereiro 04, 2009




POEMA PARA A MULHER QUE PASSA


Podias ser Lianor

Pois que caminhas formosa

Pela verdura descalça.


E garota de Ipanema

Já que tu és coisa linda

Tão linda e cheia de graça.


Ou Rosinha dos limões

Fada de olhar feiticeiro

Com esse ar de chalaça.


Mas por não saber, princesa,

Que nome te baptizou

Prefiro dizer, riqueza,

Como o poeta cantou:

Passou uma delicadeza,

Uma mulher que ficou.


Ponta Delgada, 2009-02-05

Aníbal Raposo

__________________________________________

Recebi da minha querida amiga, a poetisa Betina Moraes, do blogue “Versos e idéias”, um convite para executar a seguinte tarefa: 

1 - agarrar o livro mais próximo; 
2 - abrir na página 161; 
3 - procurar a 6ª frase; 
4 - colocar a frase completa no blogue; 
5 - produzir um texto com a frase; 
6 - repassar a "tarefa" para 5 pessoas.

O livro que estava mais próximo era "Ofício cantante" de Herberto Helder, publicado em Janeiro de 2009 pela editora Assírio e Alvim – capa dura. A sexta frase do poema “Lugar último", que está na página 161, é a seguinte:

 “Passou uma delicadeza, uma mulher que ficou.”

O que saiu foi o poema acima. 

___________________________________________

Convido agora para a ciranda:

Paula Raposo do blogue "As minhas romãs"

http://romasdapaula.blogspot.com/

Manzas do blogue "Pensamentos"

http://pensamanzas.blogspot.com/

Eduardo Aleixo do blogue "À beira de água"

http://ealeixo.blogspot.com/

Ana Martins do blogue "Ave sem asas"

http://avesemasas.blogspot.com/

Conceição Bernardino do blogue "Amanhecer & palavras ousadas"

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com/


Sei que às vezes não é apetecível escrever estando condicionado a um texto. No entanto, espero que aceitem o desafio.

Beijos às meninas e abraços aos rapazes!

32 comentários:

Paula Raposo disse...

Adorei o teu poema!!! Obrigada por teres pensado em mim...agradeço imenso. A inspiração está em má fase. Beijos.

Carlos Barros disse...

Encantador teu poema. Palavras que nos envolvem suavemente.

Abraços!

Ana Martins disse...

Caro Anibal,
já participei neste desafio em Dezembro do ano passado.
A única diferença é que não tinhamos que escrever um texto a partir da frase do livro.
Mas aceito o desafio, e será o meu próximo post.

O seu poema ficou maravilhoso!
Parabéns!

Beijinhos,
Ana Martins

betina moraes disse...

muitíssimo obrigada!

o poema ficou definitivo! ritmo e criação na medida do grande poeta que você é!

parabéns!

grande abraço!

Eduardo Aleixo disse...

Caro amigo Aníbal

Todos os desafios, mas esse não! Sabes porquê? Não é que não goste dele! Não. É que não faz sentido. Antes de ti, já fui desafiado e já dei seguimento. Se fores ao meu blogue, podes ver no dia 28 de Janeiro que passou por mim essa tarefa, a que chamei de " Gira o Carrocel ". Pus o carrocel a girar. Tu compreendes que já cumpri a minha missão. Mas agradeço-te. Fica para a próxima. Um abraço de amizade.
Sempre,
Eduardo

ana bárbara santo antonio disse...

Olá companheiro de palavras com tanta melodia...foi assim...a primeira coisa que fiz quando os médicos me deixaram continuar a minha vida...foi vir aqui descobri-lo a si... e a tantos outros que embarcaram nesta fantasia de sono e sonho...agora de alma cuidada neste recanto me venho deleitar de poesia e imaginá-lo cantando estas palavras bordadas no tempo...
adorei lê-lo...
ana barbara

Angela Guedes disse...

Olá Aníbal, passei para retribuir-lhe a visita e deparei-me com suas poesias
Adorei você escreve com o coração e talento.
Parabéns e um grande abraço.
Angela.

manzas disse...

Belo poema!
Como sempre...

Lá fora chove o calado momento
Que repassa na alma, ansiedades…
Saltam inquietas chamas de dentro
Do meu peito, alagadas saudades

Um fim-de-semana ensopado
De paz e harmonia…
De coração ornamentado
De muita alegria

Espero depois responder ao seu desafio... obrigado!

O eterno abraço…

-Manzas-

ecos de palavras disse...

Deixei-me envolver pelos suaves versos... tão harmoniosos.

Parabens, Poeta!

Um bom fim de semana.

Beijo

ecos de palavras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sônia Brandão disse...

Você desempenhou muito bem a tarefa.
Ficou lindo o poema.
Um abraço.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO ANIBAL, UM BELO FIM DE SEMANA SÃO OS MEUS VOTOS... UM ABRAÇO DE GRANDE CARINHO,
FERNANDINHA

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Fazer amor é andar por
Caminhos da alma
Com o toque de um beijo
Sem pressa...
Sentir o roçar da mão no ombro
Daquele que caminha ao lado,
Acordar sempre com um
Eu te amo,
Renovado e sincero...
Ver juntos o por do sol,
Em silencio ler um livro
Numa velha poltrona..
Fazer amor é pisar na eternidade,
Fazer estrelas e sentir
O perfume das manhãs,
Sorrisos de sol,
Olhos de mar...
Fazer amor é realizar sonhos,
Viver na consistência do céu...

Sônia Schmorantz

Só passei para te desejar um lindo final de semana
Abraços

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Fazer amor é andar por
Caminhos da alma
Com o toque de um beijo
Sem pressa...
Sentir o roçar da mão no ombro
Daquele que caminha ao lado,
Acordar sempre com um
Eu te amo,
Renovado e sincero...
Ver juntos o por do sol,
Em silencio ler um livro
Numa velha poltrona..
Fazer amor é pisar na eternidade,
Fazer estrelas e sentir
O perfume das manhãs,
Sorrisos de sol,
Olhos de mar...
Fazer amor é realizar sonhos,
Viver na consistência do céu...

Sônia Schmorantz

Só passei para te desejar um lindo final de semana
Abraços

Delfim Peixoto disse...

Gostei muito do poema...
Bom FDS

Roberto Ney disse...

gostei muito do poema...
sou apaixonado por poesia e tbm eu as escrevo...
parabens peo blog viu
abraço!

Sonia Schmorantz disse...

A palavra mágica
dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?
É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.
Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.
Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.

Carlos Drummond

Lindo domingo!
abraços

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Multiolhares disse...

Bonito o teu poema que enaltece a mulher
beijos

Maria de Fátima disse...

que coisa mai linda!
gostava de ter participado...


(ora vê lá se te agrada ISTO e tem um bom resto de domingo)

Aninejf disse...

Já está na brincadeira, mas se quiser continuar divulgando é só entrar de novo na roda. Tem um presentinho pra vc no Poesia Expressão da Alma... Beijos... Adoro seus poemas, se vc me autorizar adoraria postá-lo lá no meu bloguinho..... Beijos Aninejf

Xana disse...

Ainda bem que passei aqui, com um poema dedicado a mim rsrsrsrsrs

Acho que sou mulher assim:
*caetano veloso

Linda
E sabe viver
Você e faz feliz
Esta canção só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

pelo menos é como me sinto ao pé do meu amor :)

boa semana

AP.Fumian disse...

Ola, vi que se tornou seguidor do meu BLOG e com isso tive a honra de conhecer o seu. Gostei de mais da forma que você expôe suas palvras, principalmente a sensibilidade. Gostaria muito te trocar idéias com você, assim que puder me manda um e-mail para apfumian@gmail.com. Um grande abraço

Tatiana disse...

Eu achei fantastico o poema.
É sempre maravilhoso estar aqui em contato com o seu mundo!

Um abraço carinhoso

Anónimo disse...

Há palavras que quase não se ouvem, não se vêem, não se falam. Boniteza é uma delas. E é de uma boniteza só! Me fez lembrar de minha querida sogra, única pessoa de quem escutava a palavra "galanteza!". E em geral dita a meus filhos, netinhos dela.
Achei interessante o desafio e o resultado, finíssimo, a que você chegou!

Eduardo Aleixo disse...

Esqueci-me de dizer que o poema é mesmo bonito, simples, musical. Dá vontade de cantá-lo.
Um abraço.
Eduardo

Branca disse...

Belo e delicado poema!


bjo carinhoso pra vc.

Maripa disse...

Poema encantador, uma delicadeza!

Venho agradecer a sua visita,gostei de si no "meu mar" e das suas palavras gentis.

Um abracinho,posso?

Marta Vasil disse...

Deixei, com muito carinho, na "lapela" do meu blogue um selo para si.

Beijinho

MV

LOURO disse...

Amigo Anibal,

Este desafio, acabou por dar um belo poema de homenagem à Mulher...
Parabéns!!!

Bom fim de semana,

Abraço,

Lourenço

Vitor Bento disse...

Despe o teu olhar
Minha flor de Primavera
Deixa eu te amar
Como se fosse uma fera


Queria tanto que soubesses
Que te guardo no meu coração
Apesar de estar longe de ti
Penso estar cada vez mais próximo
Puro engano, pura ilusão
Sonhar contigo é uma certeza
Querer-te é somente uma vontade
Explicar-te o que sinto
É demasiado doloroso para mim

VITOR BENTO

BLOG:poesiavitorbento.blogspot.com

Hi5:opoeta25.hi5.com

MSN:vitorbento25@hotmail.com

Olá!Gostei imenso da poesia,tem bastante sentimento.
Por favor visite o meu BLOG para conhecer o meu trabalho.

Vitor Bento disse...

Despe o teu olhar
Minha flor de Primavera
Deixa eu te amar
Como se fosse uma fera


Queria tanto que soubesses
Que te guardo no meu coração
Apesar de estar longe de ti
Penso estar cada vez mais próximo
Puro engano, pura ilusão
Sonhar contigo é uma certeza
Querer-te é somente uma vontade
Explicar-te o que sinto
É demasiado doloroso para mim

VITOR BENTO

BLOG:poesiavitorbento.blogspot.com

Hi5:opoeta25.hi5.com

MSN:vitorbento25@hotmail.com

Olá!Gostei imenso da poesia,tem bastante sentimento.
Por favor visite o meu BLOG para conhecer o meu trabalho.